Obrigado, Joana!

As despedidas são sempre situações emocionalmente complexas. Não é preciso ser-se cientista para perceber porque é que temos tanta dificuldade em dizer “Adeus…” a alguém…